terça-feira, 19 de agosto de 2014

Fotos- Sarau da Casa do Poeta de Campinas- 16/08/2014 -Academia Campinense de Letras



José Luiz Pires


Atração Musical - Tenor  Vicente Montero e a pianista Lourdes Vasques






Miriam C. Miatto

Raquel dos Santos Dias e Rosana M. Cappi

Dalva Saudo

Antonio Lacerda
Leninha
Pedro Dias
Sara Valadares
Graças Gomes
Tércio Sthal
Leonilda Rolando
Flávio Levy
Aparecida dos Santos Zanetti
Araci Finotelli  Pires


Vicente Montero
COQUETEL 






J
José Luis Pires e sua  querida esposa Araci

Rosana M Cappi e Dalva Saudo

Araci F  Pires e Rosana M Cappi
Leopoldo Anselmi

Nossos agradecimentos às queridas

Clarice Luiz e Dalva Saudo pelas fotos.
Clarice Luiz





quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Diligência à Poesia - Dalva Saudo



Há... A poesia só me ronda nas fases
Dos meus reversos!!!!!
Aí sim ela vem de mansinho, aparece em versos 
Chora comigo na cumplicidade das mágoas
Das minhas dores da alma! 
E me acalma!

Dalva Saudo 

domingo, 20 de julho de 2014

Céu Pedrento é Chuva ou Vento - Eunice R. de Pontes

Céu pedrento, dizia minha avó, é chuva ou vento.
É um evento mais do que constatado, sem dúvida.
São aquelas pequenas nuvens circulares no céu,
pelos ares, separadas uma das outras, como poucas.
 
Pode não haver nenhuma lógica, mas sua precisão
é maior do que qualquer previsão meteorológica.
Sabedoria antiga dos que observavam a natureza
no seu dia a dia com toda a sua pureza.
 
Olhavam para o céu e categoricamente afirmavam:
--O céu está pedrento, é chuva ou vento.
Podia esperar que um deles vinha; essa previsão é uma vitória,
jamais falha, precisa entrar para os anais da história.

Eunice Rodrigues de Pontes

quinta-feira, 10 de julho de 2014

As Estrelas Brilham - Marilza Pereira Calzavara



As estrelas brilham,
Somente no céu onde é o seu lugar,
Onde não disputam entre si,
Qual delas é a que brilha mais.

Mas as consideradas estrelas terrenas,
Mesmo ganhando milhões,
Não brilham como elas,
Que querem brilhar, pelo amor do seu Criador.

Quando o estrelismo é maior...
Que o profissionalismo,
O fracasso é inevitável,
E o brilho se ofusca de maneira lamentável.

Copa Brasil 2014

08/07/2014





MARILZA PEREIRA CALSAVARA
MDLUZ