domingo, 19 de abril de 2015

Fotos do Sarau da Casa do Poeta ( 18/04/2015) Salão Nobre do ICCT

Salão Nobre do ICCT - Instituto Campineiro dos Cegos Trabalhodores


Eunice R. Pontes


Vânia Figueiredo

Rosana Montero Cappi - Ao fundo Pedro Dias


Pedro Dias - Declamador


O Presidente da Casa do Poeta e esposa Araci 



Coral Vozes Amigas - Regente: Maestro Urban



































Vicente Montero ( Presidente do ICCT e os diretores Paulo da Silva e José Luiz Pires)


Paulo da Silva


Flávio Levy

Araci Fonotelli Pires


Lelinha


Rosana Montero Cappi - Editora deste blog 

Jaci







Eunice Rodrigues de Pontes ( Apresentadora do Sarau)

terça-feira, 7 de abril de 2015

Revelação de Mim - Rosana Montero Cappi



Juro que não queria, mas por vezes me entristeço
Essa revelação de mim é feito um tropeço
Uma contradição, como andar na contramão
De alguém sensível que apesar da aceitação
Sente a instabilidade, que faz doer o coração
Olho para meu interior e faço questionamento
Pesquiso com meus botões motivo para esse sentimento
São simples questões, de puro discernimento
O controle das emoções e a não valorização de coisas pequenas
Tornam as dificuldades mais amenas
Ao tentar olhar para o lado positivo
Pode-se diminuir o negativo
Tudo o que se recebe é por merecimento  
E isso não deve ser um lamento
É um aprendizado e é preciso estar atento
Quando se coloca o amor na frente
Tudo se supera mais facilmente
E aquela tristeza que eu não queria
Aos poucos vai dando lugar à alegria.

Rosana Montero Cappi


quarta-feira, 1 de abril de 2015

Atividades da Casa do Poeta com o Instituto dos Cegos


A Casa do Poeta de Campinas, tem desenvolvido atividades junto ao Instituto Campineiro dos Cegos Trabalhadores - ICCT

Nossos Saraus tem sido realizados desde outubro de 2014 no Salão Nobre do ICCT, sempre com a presença e participação de assistidos da instituição.

Em maio de 2014, foi lançado a Antologia do ICCT do ICCT- 80 Anos Trabalhando para Diminuir Diferenças, idealizado por Rosana Montero Cappi, tendo como equipe de apoio José Luiz Pires, Eunice Rodrigues de Pontes e Teresa Azevedo.

A poeta Eunice Rodrigues de Pontes, começou a desenvolver trabalho voluntário no ICCT, ministrando aulas semanais de literatura aos assistidos.

A poeta e escritora Teresa Azevedo, levou  ao ICCT o projeto Ondulações, com participação dos assistidos, inclusive com  declamações e depoimentos, sendo que a Casa do Poeta foi representada   pelas  poetas Eunice R. de Pontes e Teresa Azevedo.

O projeto de gravação do CD da Antologia do ICCT, de autoria da poeta Rosana Montero Cappi, está sendo finalizado, devendo ser entregue gratuitamente aos assistidos nas comemorações do aniversário do ICCT, no dia 23 de abril de 2015. O CD terá encarte em Braille, com os nomes das poesias  e autores, assim como encarte com nome em Braille.    

Em 26 de abril, aconteceu 1º Sarau do Projeto "Ondulações" de Teresa Azevedo no
Serviço de Saúde Dr “Cândido Ferreira”,  com a presenças das poetas e membros da diretoria da Casa do Poeta, Rosana Montero Cappi, Eunice Rodrigues de Pontes e Célia Paulino e de assistidos do ICCT.















sábado, 14 de março de 2015

Dia da Poesia, 14 de Março - Rachel dos Santos Dias


DIA DA POESIA
14 DE MARÇO 
Não é um dia somente!
Não pode ter medida
nem de espaço, nem de tempo,
A poesia é semente
Lançada dentro da vida
Como lufada de vento!

Ou vira um vento suave
Ou vira um torvelinho!
Às vezes uma tempestade!
Viaja como uma ave
Buscando pelo seu ninho
Por toda a eternidade!

POESIA é a beleza escrita
Saída do coração!
É alívio, é tortura.
É o fim ou é a vida!
É paz, é um turbilhão!
É ode, é paz, é ventura!

É eterna, não vai acabar!
Irá pelo mundo afora
Com missão sempre bendita
De, a todos despertar!
Poesia é segundo, minuto, é hora!
É a minha, é a nossa dita!
É o AGORA!

RACHEL DOS SANTOS DIAS



quarta-feira, 11 de março de 2015

Sonetos de Uma História de Amor - Alcy Gigliotti


(Estes sonetos integram o  livro "Sonetos e Poemas para o Amor")

  Se Eu Encontrasse...

Se eu encontrasse pela vida, um dia,
alguém com mesma alma, mesmos sonhos,
tendo um mundo irreal de fantasia
vibrando em seus castelos mais risonhos;

alguém que visse mística harmonia
nos sofrimentos, que em sorrisos ponho;
que transformasse em mar de melodia
o rio de meus momentos mais tristonhos...

Que não seria a vida, se encontrasse
alguém igual a mim, que procurasse
também uma alma igual, para viver?

Eu me pergunto às vezes! E imagino
se não seria o verso mais divino
que a mente humana pode conceber!
 

     Indecisão

Eu vi nos olhos teus a perpassar,
vezes irada, outras docemente,
toda a batalha tempestiva e ardente
que vive no teu peito a se travar.

Foi num tarde de verão, bem quente,
o sol no céu a vista a machucar!
Mas me feria mais o teu olhar
a machucar meus olhos acremente.

Por que olhaste assim? Não vês, ainda
que no meu peito uma batalha infinda,
também mais nunca se acabar não quer?

Vivo indeciso, procurando em vão
se devo eu hospedar no coração
o teu formoso sonho de mulher!





Dr. Alcy  Gigliotti ( falecido em  2007)

sábado, 7 de março de 2015

Homenagem da Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiros às suas acadêmicas


              Como vice presidente da Casa do Poeta de Campinas, membro efetivo desta Academia de   Letras, cadeira 54 e editora deste blog, agradeço essa linda homenagem.

Rosana Montero Cappi
.