sarau de aniversário

sarau de aniversário

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Momentos do Evento da Casa do Poeta de Campinas- 18/08/2012 - Academia Campinense de Letras


 PLATÉIA PRESENTE

JOSÉ ROBETTO TEIXEIRA- PRESIDENTE DA CASA DO POETA E O CORAL VOZES DE OUTONO
O CORAL VOZES DE OUTONO SOB A REGÊNCIA DE BETH ASSUMPÇÃO

O envolvente Coral Vozes de Outono misturando-se com a platéia
A linda união das irmãs Rosemeire, poetisa e  Beth,  maestrina.   

A presença do casal  Augusta Rosa e Orlando Rodrigues comemorando 60 anos de união
Beth Assumpção e Rosana Montero Cappi
Rosas oferecidas pela maestrina à Rosana Montero Cappi, diretora responsável por este blog

.
    " Fica sempre um pouco de perfume, nas mãos que oferecem rosas, nas mãos que sabem ser generosas"


sexta-feira, 24 de agosto de 2012

DIRETOR DA CASA DO POETA JOSÉ LUIZ PIRES, LANÇA LIVRO NA BIENAL





A CASA DO POETA DE CAMPINAS, DEIXA AQUI REGISTRADO OS PARABÉNS AO SEU DIRETOR  JOSÉ LUIZ PIRES
SUCESSO!!!!!!!!!!!!!
  Foto: Dedicatorias e mais dedicatorias
SEÇÃO DE AUTÓGRAFOS


Foto
POESIAS INADEQUADAS - LANÇAMENTO DA BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO 2012
Foto: O escritor !!!!
CREDENCIAIS 

O LIVRO - JOSÉ ROBERTO TEIXEIRA


               

 

Posso estar  amarelado
Por  muitos anos guardado
Mas ao alcance da sua mão
Que procura o saber
Tentando compreender
Meus enigmas cálculos e contos
Poesias romances e historias
Até pareço pedir me possua por inteiro
Sou teu amigo e companheiro
Mas te peço não me escondas
De ninguém por  egoísmo
Condição social
Ou racismo
Pois é em  mim
Que sempre mora
O saber que todos buscam
Mas que um dia irão embora
Deixando herdeiros
Propriedades,
Dinheiro ouro e petróleo
Por isso te peço, imploro
Não me deixes jogado não
Presenteia aquele  amigo
Que sempre esteve contigo
Divide com ele a lição.
José Roberto Teixeira 
Foto: Stand da editora In House - Bienal do Livro
     Presença da Casa do Poeta de Campinas na Bienal do Livro 2012,Ibirapuera- São Paulo, à convite do Portal do Poeta Brasileiro. Nosso Presidente J R. Teixeira,ao lado do diretor tesoureiro José Luiz Pires,que lançou o livro, Poesias Inadequadas.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

O Amor Incondicional - Marilza Pereira Calsavara



O AMOR INCONDICIONAL
(pelo meu filho Alexandre Pereira Calsavara)


A mãe vê o seu filho à beira  de um abismo, prestes a desaparecer dentro dele.
Ela o chama. Ele não ouve.
Estende os seus braços tentando alcançá-lo.
Impossível ele se afasta, chegando mais próximo das profundezas sem fim.
Ela sente dentro dela uma força poderosa que supera a sua limitação física, eleva-se acima do som de sua voz e, como um imã, tenta atrai-lo de volta.
É o amor, que ocupa o espaço sagrado no seu coração, mesmo que dentro dele caiba o restante da humanidade.
É o amor que resiste aos grilhões da ingratidão, se eleva acima da indiferença, porque é incondicional, é paciente e benigno.
É o amor equilibrante e pacificador que apaga o fogo das contendas e excessos. Ele é indomável e perseverante. Nas quedas o amor se fortifica.
O amor supera os ciúmes, caminha de mãos dadas com a humildade, com a caridade e não procura os seus interesses, não se altera, não guarda mágoas, nem ressentimentos.
Perdoa sempre.
Crê, espera e suporta.
Esse amor instala-se magicamente no coração materno, no exato momento em que a semente germina dentro dela. É a flor delicada, perfumada, crescendo passo a passo com o feto no seu ventre.
É a preciosa mudinha, determinada a vencer, crescer e mostrar ao mundo a sua força, o seu poder de superar os obstáculos do caminho.
Os ventos sopram e as tempestades da vida vão sacudindo esse amor, mas ele é invencível, porque está ligado ao Criador de todas as coisas.
O amor segue a lei da não resistência e, como a água, ele desconhece barreiras, porque cresce, se avoluma e passa por cima delas, vai batendo nas pedras do caminho, vai lapidando, vai burilando e vai aparando as arestas.
O amor não agride, insinua-se docemente.
Ao ceder, conquista, porque sem ele é impossível salvar o filho à beira do abismo.

Marilza Pereira Calsavara
MDLUZ

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Entardecer Na Cidade - Rosana Montero Cappi




SINTO-ME AQUECIDA,
PELO SOL A ME BANHAR,
COM SEUS  ÚLTIMOS RAIOS,
NESTE  LINDO ENTARDECER.

UMA BRISA LEVE E GOSTOSA,
AMENIZA O CALOR,
TRAZENDO MAIS VIGOR,
E UM NOVO FRESCOR.

DONDE OBSERVO O CAIR DO SOL
NUMA TARDE QUENTE
POSSO SENTIR COMO É GRANDE
E MARAVILHOSA SUA LUZ ARDENTE.

TANTO  ILUMINOU E AQUECEU,
E AGORA VAI  EMBORA PRA DISTRIBUIR SUA ENERGIA
EM OUTROS LUGARES,
ONDE O DIA AINDA NÃO  NASCEU.

SE NÓS TEMOS A DÁDIVA DE ENXERGAR,
É TAMBÉM PARA A NATUREZA APRECIAR,
NÃO TEM QUE  SER SÓ NA PRAIA OU NO CAMPO,
PODE SER EM QUALQUER LUGAR.

SE  DEIXARMOS  AFLORAR A SENSIBILIDADE,
E DERMOS UMA PARADA  EM NOSSA ATIVIDADE
PODEREMOS  ADMIRAR
O BONITO ENTARDECER EM NOSSA  CIDADE.

AQUI DE  MINHA VARANDA
CONSIGO SENTIR  QUANTA  VIDA HÁ  AO MEU REDOR
NAS FLORES, JARDINS E ÁRVORES, ONDE PASSARINHOS
ESTÃO A SE RECOLHER EM SEUS NINHOS.

E A LUZ  SOLAR SE ESVAINDO,
POR TRAZ DE CADA  TELHADO
A APRESENTAR O GRATUITO  ESPETÁCULO
DO CÉU MEIO AZUL E AMARELADO.

OS RAIOS  VÃO  FUGINDO E SOMEM NO HORIZONTE
E DE REPENTE  ESCURECEU
APRESENTARÃO SUA BELEZA DO OUTRO LADO DO MUNDO,
ONDE O DIA APENAS AMANHECEU.

ROSANA MONTERO CAPPI


domingo, 12 de agosto de 2012

PAI - TERESA AZEVEDO

Pai

Figura forte e magnânima.
Espelho de coragem, força e determinação.
Carisma, exemplo a ser seguido, baluarte da edificação FAMÍLIA.
Instituído por Deus para liderar seu clã e conduzi-lo através de sua existência e além.
Lembro-me do meu que ainda que por meses se ausentasse, seu carinho e força marcavam sua estada.
Ainda que tantas falhas tivesse, minha memória dele guarda dele só os bons dias de outrora.
E hoje quando o vejo contido e tão presente, em completo amor o contemplo.
Ou ao olhar ao pai dos meus três filhos, dois de coração e um biológico.
Minha gratidão não tem tamanho, de ampla que é se estende ao mundo.
Meu amor por ele mais me eleva a alma e
Meus dias se colorem em brocados de felicidade.
Hoje, Dia do Pais, levanto um brinde a estes
Que me são tão caros e aqueles que em cada lar é representado.
Minha oração a Deus é para que os faça compreender sua importância tamanha.
Encha-os de força e sabedoria, mas que em seus corações não falte amor e compreensão jamais.
E cada um de nós filhos que somos, saibamos valorizá-los mais e mais.
Parabéns por seu dia Pai!

Teresa Azevedo 

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

FESTA DE AGOSTO - EUNICE RODRIGUES DE PONTES



Festa de agosto em Araçaiba, antiga
Capoeiras, quanto gosto para o povo!
Era o dia do padroeiro Bom Jesus, tão
celebrado, esperado durante o ano todo.
 
Quanta fé e festividade na praça da igreja,
religiosidade, missa e procissão até a capela
de N. Sra. Aparecida; vinham pessoas de todos
os lugares; lembro-me bem de tantos detalhes.
 
Era ainda pequena, havia crianças vestidas de
anjos; filhas de Maria, todas de branco e azul;
deliciosos doces distribuídos durante a procissão,
em embalagens coloridas de papel crepom.
 
Era a maior festa da região; minha mãe nessa ocasião,
tinha tantas encomendas de roupas para costurar
e entregar, principalmente para as mulheres que
costumavam participar desse famoso acontecimento.
 
Hoje ainda existe essa festa, é tradição, mas jamais
será igual aos meus tempos de criança, quando
tudo era só encantamento, fantasia, sagrada
poesia de um mundo que se perdeu no tempo.



          Eunice Rodrigues de Pontes