sarau de aniversário

sarau de aniversário

terça-feira, 20 de outubro de 1998

OUTUBRO - 1998 - Cecília e Carmen Pimentel

CECÍLIA  de  A.  L.  MURAYAMA

TROVAS

Eu durmo versificando,
acordo fazendo verso.
Passo meus dias cantando
tudo quanto há no universo.
      **********
Não me perturbo, jamais,
se intolerante alguém fica.
É claro que sei bem mais
que aquele que me critica.
      **********
A manhã está gelada,
o vento varrendo a rua...
Caminho pela calçada,
lembrando que já fui tua.
      **********



CARMEN  PIMENTEL

ANDORINHA

Correndo pelas campinas
aos ventos mansos da ilusão
esquecendo que a qualquer momento,
podes encontrar um furacão...
Voa andorinha, vai para longe
nessa tua ansiedade vives à procura
de novos e aquecidos sonhos,
nessa tua fantasia, pobrezinha
esqueces até das primaveras
não tens tempo de fazer ninho.
Sei que voltarás alquebrada
e eu já não sei se estarei aqui
quando chegares só e cansada
das tuas loucas caminhadas.