sarau de aniversário

sarau de aniversário

domingo, 17 de agosto de 2003

AGOSTO - 2003

IBRAHIN  ELIAS  GORAIEB

MINHA  CRENÇA

No bem que tinha e ti puz minha crença
E entrei assim em luta tresloucada
Bati, penei, na guerra sem parada
De ver o amor florir com vida intensa.
      A gente quando lida nunca pensa
      E segue, marcha, até que vê pasmada
      Queridas ilusões tornarem nada
      E muita fé sublime vã descrença.
Então as coisas mudam de sentido
Aquilo que valeu decai perdido
Na grande confusão mental do fim.
      Não vou ligar p'ra as flores que perecem
      Se algumas morrem outras permanecem
      E eu sei que um dia nascerão por mim.




MARIA  Ap.  NEI  ARDITO

D E V A N E I O S

Mesmo que o tempo apagasse
De minha memória,
Tudo o que houve entre nós,
Tudo o que foi nossa história,
Haveria de restar
Dentro de mim,
Uma lágrima de saudade.
- O elo que nos prende -
Para de novo eu te encontrar
Na eternidade.