sarau de aniversário

sarau de aniversário

quarta-feira, 8 de agosto de 2001

AGOSTO - 2001

SARA  VALADARES

AS  QUATRO  ESTAÇÕES

Não vivo de brisa dizem alguns.
Mas eu me proponho,
a viver de verão.
Pretendo esticar os dias
claros pelo sol,
como se fossem estrelas no céu
infinitas...
Mas antes,
é preciso afastar as nuvens
que povoam meu mundo.
Minha estação atual
defino-a como sendo outono,
já que as lágrimas cairam
como folhasamarelecidas
de final de estação.
Saudade,
sentimento indefinido,
poeira soprada pelo vento
e que, aos poucos,
se junta no fundo do coração,
na forma de solidão.
Por isso,
quero a brisa, quero o verão,
e quero, - por que não ?
todo o brilho que possa me oferecer
o seu olhar.






LAÍS  GURGEL  BENEVENUTO

V O C Ê

Você que povoou de sonhos minha vida,
E me amou assim, como eu queria.
Em suas cartas de amor sempre fazia
De querê-lo um pouco mais a cada dia.
      Hoje seu vulto assoma ao passado,
      E faz-me sentir de novo esta alegria,
      De arder no fogo da paixão tardia.
De amá-lo na mais doce fantasia
De sufocar de beijos sua boca,
Renascer este passado de magia.