sarau de aniversário

sarau de aniversário

sexta-feira, 19 de fevereiro de 1999

FEVEREIRO - 1999 - F.VIDAL RAMOS e HONÓRIO CHIMINAZZO

F. VIDAL  RAMOS

TARDE  TRISTE

A solidão cruel a tudo invade,
Desapiedada e louca, rude e fria.
Na rua triste, de ilusões vazia,
O fantasmal prenúncio da saudade.
      Marmórea, a tarde tem a cor de jade,
      E faz-se a pouco e pouco mais sombria,
      Enquanto a incontrolável agonia,
      Aumenta de furor e intensidade...
Goteja a tarde nos beirais molhados,
Onde um bando de pombos, assustados,
Cala o arrulhar, pensando em solidão !
      E a soluçar o pranto da alma morta,
      Vai morrendo - abraçado à tua porta -
      O meu pobre e sofrido coração !




HONÓRIO  CHIMINAZZO

PELA  METADE

Eu sei que existe um Deus de amor e bondade,
Que me deu a existência e muito mais...
Mas tudo o que me deu foi pela metade...
Jamais senti, por inteiro, a felicidade !
      Já não consigo escrever meu verso
      E cansado procuro a musa desaparecida,
      Talvez perdida ou escondida no universo
      Deste peito triste, desta pobre vida !
Acredito em Ti, meu Deus amado
E por essa fé ainda resisto.
Perdoa-me porque não sei sofrer calado,
      Nem ter aprendido a lição de Cristo...
      Sei que tenho a alma cheia de maldade
      E em vão procuro encontrar a outra metade !