sarau de aniversário

sarau de aniversário

terça-feira, 24 de julho de 2012

POEMA DA MANHÃ - ROSANA MONTERO CAPPI




Abro a janela,como se fosse a do coração,
Olho para o alto e na mente vem uma canção.
Ao ver o lindo céu azul, sem nuvens,
Meu peito se enche de emoção.

Como sentir tristeza diante dessa imensidão!
Ao sair de casa, o brilho da luz solar
Acompanha meu caminhar,
E suas inúmeras formas, passa a demonstrar.

Chegando no bosque,um sabiá está a me esperar.
Ouço seu trinar, vindo de uma árvore tão alta
Que meus olhos nem conseguem alcançar.

Tento a ave vislumbrar,
E me deparo com o imenso bambuzal    
Que outro espetáculo quer me apresentar.

Por entre seus grossos e enormes galhos,
Os raios do sol insistem em passar,
Fazendo a bruma da manhã
Aos feixes de luz se misturar.

Paro sob esse holofote colossal,
A me iluminar no palco desse show natural.
Que privilégio ser eu, o foco desta encenação!

Então, com humildade,
Imito o bambu que me ensinou  virtuosa lição,
Diante à gratuita demonstração,
Eu me curvo, com cerimônia e gratidão! 


Rosana Montero Cappi