sarau de aniversário

sarau de aniversário

terça-feira, 10 de maio de 2011

REUNIÃO de ABRIL - ARITA

 ARITA  DAMASCENO  PETTENÁ

CANÇÃO  DA  ESPERANÇA

A vida brinca de esconde-esconde
nas dobras do tempo.
Pelos espaços boêmios,
a mariposa voeja
em busca de luz.
Onde o amor à existência
quando a droga injeto
ou em delírio brinco
de "explode coração" ?
Onde a cantiga-criança
do grito primeiro,
orquestrado no ventre
que me fez novo ser ?
Meu nome ? Que importa !
Sou um número a mais
na legião de muitos outros.
Vítima ou réu
não mais tenho o olhar triste.
Há um poder mais alto que se "alevanta"
e galopa com a ciência
pelas estradas de pó.
Silêncio ! Já ouço ao longe
a canção da Esperança.

2 comentários:

  1. Boa tarde Arita!

    Um poema belo em sua composição onde o ser poético deixa-se levar com uma certa tristeza nos caminhos percorridos,mas a canção da esperança acalenta a alma,pois ao longe podemos voar nos sonhos e eles são os nossos maiores amigos,sorrimos com eles!
    Parabéns,amei ler-te!
    Deixo-te abraços carinhosos!

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde,Arita!

    É um encanto este poema que embeleza esta página!
    Tu escreve com alma e coração!
    Amei!
    Parabéns!
    Abraços de ternura!

    ResponderExcluir