convite sarau de agosto

convite sarau de agosto

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

ONDE MORO - JOSÉ LUIZ PIRES




Já bebi em muitas fontes,
Hoje moro onde mato a minha sede.

Provei de variados quitutes,
Hoje moro onde matam a minha fome.

Visitei diversos ninhos,
Hoje moro onde os pássaros são nativos.

Bailei embalado por vários sons,
Hoje moro onde nasce a canção.

No deserto fiz rastro na areia,
Hoje moro onde o vento não apaga minhas marcas.

Abri picada e desmatei mata virgem,
Hoje moro onde a mata refloresce a cada dia.

Viajei em muitas nuvens carregadas,
Hoje moro onde a chuva cai mansa e serena.

Enfrentei vendavais e tempestades,
Hoje moro onde a brisa paira.

Muito andei, desandei e me escondi,
Hoje moro onde me procuram.

Procurei calmaria em rios e mares revoltos,
Hoje moro e navego em águas rasas.

Falei e gritei aos quatro cantos,
Hoje moro onde converso com os meus “eus”.

Ouvi vozes, lamentações e promessas,
Hoje moro onde ouço o meu silêncio.

Casei com o mundo e descasei,
Hoje moro onde namoro a criação.

Sou mordomo onde moro,
Hoje moro onde o Dono é o Criador.

José Luiz Pires

 http://profile.ak.fbcdn.net/hprofile-ak-ash3/c7.7.86.86/s80x80/534288_357010547691453_2120392299_s.jpg

2 comentários:

  1. Muito interessante poeta! Várias vidas em apenas uma. Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Amigo José, a cada leitura feita dos teus belos poemas viajo por inúmeras paisagens cheia de belezas nascida de tua alma.Parabéns e abraços fraternos!

    ResponderExcluir