convite sarau de agosto

convite sarau de agosto

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Sumindo de Ti - Dalva Saudo





Em meio às ilusões e desilusões
Dos deslizes que somam cicatrizes...
Tu príncipe que sonhei
E que em dias de fantasias almejei...
Preencheste por singelos e belos instantes
As fendas e lacunas do meu ser.

Tentaste apagar as melancolias
Das minhas madrugadas não estreladas!
Com melodias encantadas!

Mas... Num passado remoto
Em que nem me percebias...
Minha saudosa solidão...
Observava-o atentamente
Nos braços das damas no salão...
Até que... Finalmente!!! 
Na claridade de uma estrela...
Você me notou !

Mas... Tarde demais!
A Luz do meu interior...
O observou em demasia como mar em maresia!
Suficiente para entender...
Que ao invés de apagar minhas cicatrizes,
Deixar-me ias amargando
Na esquina chamada dor
Após minúsculas horas de amor!

Vou fugindo mesmo te querendo
Vou sumindo de ti...
Mesmo percebendo o renascer de um novo amor em mim!
Representas a última chama que deixo aos poucos se apagar.

Dalva Saudo

2 comentários:

  1. Que bonito, e que triste... melhor seria entregar-se de corpo e alma, para o que desse e viesse...

    ResponderExcluir
  2. Ana Bailune:

    Você tem razão, mas é mais complexo do que parece! Infelizmente!
    Gosto muito dos seus comentários. Obrigada!Gostaria de conhecê-la pessoalmente. No terceiro sábado do mês de abril estarei no Sarau da Casa do Poeta. Se for possível, vá também! Começa às 15h

    ResponderExcluir