convite sarau de agosto

convite sarau de agosto

quinta-feira, 19 de dezembro de 1996

POETAS

                    POESIAS  DOS  20  FUNDADORES

         
             F.  VIDAL  RAMOS                                                                SÍLVIA  CAPONI

               O  SONETO !                                                                            TUDO  PERDI
             
     Soberbo cofre de quatorze versos,                                                  Tudo perdi,
     repositório das paixões divinas,                                                       no tempo e no espaço...,
     em teus matizes rútilos, diversos,                                                     Num tempo inexistente,
     o tudo em gozo e dor tu nos ensinas !                                              num espaço inexplorado...

     Meigos, ferozes, doces, controversos,                                             Perdi o calor da tua mão
     como que um céu de estrelas peregrinas,                                         rolando em meu corpo,
     em teus cantares, só no amor imersos,                                             o sopro quente do teu hálito,
     o mundo inteiro em teu rimar confinas !                                           o sabor do teu beijo,
                                                                                                           a ternura do teu olhar...
     Eterno como a própria Humanidade,
     tu viverás além da Eternidade,                                                         Perdi o nada,
     na mística de santos e de ateus,                                                       que me acalentou
                                                                                                           num tempo inacabado,
     refletindo - soberbo e inigualado -                                                   num espaço inalterado...
     toda a essência do amor e do pecado,
     e a inspiração de Poeta que há em Deus !

Um comentário:

  1. Não foi necessário construir a Casa do Poeta de Campinas, já nasceu pronta, foram vinte pilares da mais pura elite cultural Campineira.
    Parabéns aos idealizadores e fundadores.

    José Luiz Pires.

    ResponderExcluir